Vivendi afirma que não pretende comprar a Ubisoft nos próximos 6 meses
Seja o primeiro a compartilhar

Vivendi afirma que não pretende comprar a Ubisoft nos próximos 6 meses

Último Vídeo

Atual dona da Gameloft, antiga “empresa-irmã” da Ubisoft, a Vivendi afirma que, ao menos durante um tempo, não pretende comprar a desenvolvedora de séries como Assassin’s Creed e Rainbow Six. O conglomerado de mídia revelou na última quinta-feira (16) que não vai realizar uma tentativa de compra ou tomar ações para aumentar seu controle acionário durante os próximos seis meses.

Atualmente, a Vivendi detém 26% das ações da Ubisoft, que é controlada pela família Guillemot (que também era a dona da Gameloft). Pelas leis francesas, ela é obrigada fazer uma proposta de compra caso queira aumentar sua participação acima de 30%, também tendo a opção de vender parte de suas ações caso assim deseje.

Beyond Good & Evil 2

Durante o anúncio, a Vivendi também afirmou que desistiu de seu pedido de obter um assento fixo no quadro de dirigentes da desenvolvedora após ter sua exigência negada há alguns meses. Já a Ubisoft afirma que vai continuar “vigilante” e vai continuar a investir em sua estratégia atual de crescimento e valorização dos lucros para seus acionistas.

O investimento da Vivendi na Ubisoft começou em 2015, inicialmente como uma “expansão” de seu portfólio de atividades. No entanto, logo depois o conglomerado expressou intenções de aumentar seu controle sobre a empresa, algo que assustou a família Guillemot — atualmente, o CEO Yves Guillemot participa de uma campanha intensa com outros acionistas para evitar que uma aquisição seja realizada.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.