Voxel

Watch Dogs será um jogo sistêmico, não baseado em script

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/GamingBolt

Desde o surgimento dos primeiros vídeos do gameplay de Watch Dogs, jogadores pelo mundo todo ficaram surpresos pela liberdade e variedade de opções oferecidas. No entanto, não demorou muito para que surgissem receios de que as ações mostradas nas imagens do jogo não passassem de eventos scriptados e que o game propriamente dito fosse muito mais linear do que o prometido.

Em entrevista ao GamingBolt, o time da Ubisoft Montreal envolvido na criação da aventura de Aiden Pearce afirmou que o que foi mostrado pela empresa até agora não foi parte script do jogo. De acordo com o designer-chefe de Watch Dogs, Danny Belanger, o objetivo da equipe é fornecer muitas ferramentas interessantes para que os jogadores atinjam seus objetivos de forma criativa.

“Este é um game verdadeiramente sistêmico – Um bom exemplo é nossa demo na E3 2012, com o acidente de carro criado por hackear os semáforos. Isso depende do total de automóveis presentes no momento em que é ativado. A gravidade da batida será totalmente dependente da velocidade e quantidade de veículos naquele instante”, afirmou Belanger.

Atenção às especificidades

Questionado sobre o que os jogadores de PC podem esperar de Watch Dogs, o programador-chefe do jogo, Francis Boivin, afirmou que o novo motor gráfico, a Disrupt Engine, foi desenvolvido para manter os melhores visuais possíveis em todos os níveis de qualidade. “Nós aperfeiçoamos as técnicas nas quais trabalhamos no passado e pesquisamos sobre o que estava disponível para o patamar mais elevado de beleza que queríamos atingir”, acrescentou.

Ele ainda afirmou que a equipe fez mais do que apenas integrar a tecnologia do momento, mas sim passou um bom tempo remexendo e misturando algoritmos para que se adaptassem aos seus requerimentos. Dessa forma, pode-se esperar que o novo game da Ubisoft preste atenção a efeitos que funcionam melhor em cada tipo de hardware, ao invés de funcionar com um código geral que não aproveita o que há de melhor em cada plataforma.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.