Voxel
Seja o primeiro a compartilhar

Wind Waker faz Nintendo ser “mais cautelosa” com visual de próximo Zelda

Último Vídeo
Img_normal

Alguém aí se lembra do rebuliço que foi o lançamento de The Legend of Zelda: Wind Waker para GameCube num longínquo ano de 2002? Às vésperas do lançamento, o game gerou enorme repercussão e incitou diversos debates em torno de seu visual cartunesco, que adotou a tecnologia em cel-shading, destoando um pouco de tudo o que os jogadores tinham visto até então. E, assim como qualquer mudança radical, o jogo foi incompreendido no começo – e hoje é um dos games mais respeitados da franquia e da “Big N”.

O aguardado e misterioso Zelda para Wii U, como já sabemos, está em desenvolvimento. De acordo com as informações até aqui, o game deve ousar e oferecer estilos de arte rebuscados. Para evitar que exista um baque, assim como ocorreu com Wind Waker, Eiji Aonuma já adiantou que a equipe está “cautelosa” em termos de design após as reações iniciais negativas ao jogo para GameCube.

“Encontramos um monte de problemas terríveis da mudança drástica que aplicamos em Wind Waker. Acho que seremos um pouco mais cautelosos [com o próximo Zelda]. Se encontrarmos uma nova abordagem da qual não apenas os desenvolvedores como também os jogadores poderiam gostar, então acho que vamos querer definir novos paradigmas mais uma vez sim. Mas ainda não encontramos essa abordagem”, explicou Aonuma em entrevista ao site gamesTM.

Img_normal

Nada como dar tempo ao tempo, Aonuma. Hoje, Wind Waker ganhou uma belíssima releitura em HD no Wii U e é tido como um dos melhores jogos da franquia Zelda. O game tirou a nota máxima na análise do BJ.

Enquanto isso, aguardamos fervorosamente mais detalhes do próximo Zelda para Wii U.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.