Voxel
02
Compartilhamentos

Wolfenstein: The New Order combina Uncharted com "matança extrema de Tarantino", comenta executivo

Último Vídeo

Após um hiato de quatro anos, a Bethesda anunciou a volta de Wolfenstein em maio deste ano. The New Order é a tentativa da produtora de fugir da monotonia de “atirar o tempo todo” de outros concorrentes do estilo FPS e trazer novos elementos para o gênero.

Em entrevista ao IGN, o vice-presidente de relações públicas e marketing do estúdio, Pete Hines, explicou que a franquia quer se enquadrar no mercado como uma opção que tem mais do que rajadas de balas e ação frenética para oferecer. “Acreditamos que há uma maneira melhor de fazer [games de tiro] para este público. Nós não estamos fazendo Wolfenstein porque pensamos 'Oh, todo mundo pensa em Wolfenstein quando pensam em tiro em primeira pessoa'. Não somos tão ingênuos”, comentou Hines.

Ao descrever The New Order, o VP de relações públicas da Bethesda se aprofundou sobre o desejo da empresa de dar seu próprio toque aos FPS atuais. “Ainda temos a ação insana e extraordinária, mas também temos outros elementos agora. Estamos adicionando caráter, história e outras coisas que fazem com que não seja apenas um jogo de tiro comum. Não é monótono. É difícil explicar totalmente o que se sente no decorrer da história, é como se você estivesse dando um passeio de montanha-russa”, afirmou.

Tarantino e personagens profundos

De acordo com o executivo, a produtora bebeu de várias fontes para criar a ambientação da trama. Há até mesmo uma inspiração na obra do norte-americano Quentin Tarantino. “Quando você olha para a violência, é um pouco da matança nazista extrema do Tarantino. Não é algo desproposital”, comentou Hines.

O novo jogo também deve explorar mais as motivações e a personalidade de seu personagem principal, o soldado norte-americano William "B.J." Blazkowicz. “Se eu te pedir para descrever Master Chief, você provavelmente vai fazer isso em dez minutos. Ele tem personalidade, ele significa algo. Entretanto, B.J. [personagem da trama] ainda não tem, mesmo depois de tanto tempo. Ele é só o cara que você usa para jogar”, declarou o relações públicas da Bethesda.

Mais complexo do que parece

Pete Hines ainda comparou o novo Wolfenstein com Uncharted ao explicar a proposta da produtora. “Quando você descobre o que estamos tentando trazer para o jogo, acho que há algumas pessoas que vão dizer: ‘Sim, eu quero atirar em coisas, mas também quero mais’. Começa a soar um pouco como Uncharted, em que há mais acontecendo. É uma das minhas séries favoritas de console, apenas em razão do que ela traz além da ação, que é tão atraente e interessante. Mal posso esperar pela próxima cena animada, porque elas são muito boas. Há algo similar a isso aqui, aproveitando as pausas das sequências de ação neste sentido”, afirmou o executivo.

Para o representante do estúdio, quem está buscando mais elementos do novo Wolfenstein também pode encontrar pistas em Chronicles of Riddick e The Darkness, trabalhos anteriores de alguns membros do time encarregado de The New Order. Confira também a prévia que o TecMundo Games fez do lançamento durante a E3 2013.

O FPS tem lançamento previsto para o fim de 2013 e deve chegar para Xbox 360, PlayStation 3, PC, PlayStation 4 e Xbox One.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.