Voxel

Xbox One: Microsoft tenta esclarecer a situação dos jogos usados

Último Vídeo

Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft

A questão sobre a possibilidade ou não de se utilizar jogos usados no Xbox One é uma das mais polêmicas. A Microsoft já tentou esclarecer a situação diversas vezes, mas acabou confundindo ainda mais os jogadores. Para tentar explicar o caso de uma vez por todas, o Eurogamer conseguiu conversar com Phil Harrison, que contou os detalhes do negócio.

“Então, pense sobre como você usa um disco que você possui de um jogo de Xbox 360. Se eu comprar o disco de uma loja, eu uso esse disco na minha máquina, e eu posso dar esse disco para o meu filho e ele pode jogá-lo em seu Xbox 360 em seu quarto. Nós dois não podemos jogar ao mesmo tempo, mas o disco é a chave para jogar. Eu também posso ir até a sua casa e deixar o disco com você para que você possa jogar.”

“O que estamos fazendo com as permissões digitais que temos para Xbox One não é diferente. Se eu estou jogando com esse disco, que é instalado no HD do meu Xbox One, todo mundo na minha casa que tem permissão para usar o meu Xbox pode acessar esse conteúdo. [Então] Eu posso dar esse conteúdo para o meu filho e ele pode jogar no mesmo sistema.”

Harrison continuou:

“Eu posso ir até a sua casa, colocar o disco na sua máquina e logar com o meu usuário para que possamos jogar esse jogo. Os dados [do jogo] estarão gravados no seu HD quando eu levar o meu disco para casa.”

“Se eu deixa-lo com você — e você quiser continuar a jogar esse jogo [em seu perfil], então você terá que pagar por ele. Os bits [arquivos do jogo] já estão no seu HD, por isso é apenas uma questão de ir para a nossa loja e comprar o jogo, que estará imediatamente disponível para jogar. Os bits que estão no disco eu posso dar a qualquer um mas, se ambos querem jogá-lo ao mesmo tempo, nós dois temos que ter uma licença. Isso não é diferente de como os discos funcionam hoje.”

Fonte da imagem:Divulgação/MicrosoftIsso significa que os jogos devem mesmo ser atrelados a sua conta da Xbox Live, mas não ao console. Depois de instalado a primeira vez, o seu usuário passa a ter uma licença para jogar aquele game em qualquer Xbox One. A Microsoft utilizou essa medida para evitar que as pessoas comprem jogos, instalem em seus consoles, e depois passem os discos para os amigos.

Até aí, tudo bem. Hoje, duas pessoas não podem jogar com o mesmo disco ao mesmo tempo. Porém, o problema surge quando falamos de games usados. E depois que você terminar o jogo e quiser vende-lo? Será necessário pagar duas vezes pelo mesmo jogo (uma vez para a loja, pelo disco, e uma vez para a Microsoft, pela licença, como se fosse um passe online)?

“Teremos um sistema onde você poderá pegar o conteúdo digital e trocar um jogo anteriormente jogado em uma loja de varejo. Nós não estamos anunciando os detalhes hoje, mas anunciaremos isso no tempo certo.”

Harrison não esclareceu esta dúvida, mas deu a entender que a ideia não é fazer com que o consumidor pague duas vezes pelo mesmo jogo. Talvez a Microsoft esteja planejando um sistema exclusivo de troca de jogos, onde você pode revender a sua licença para outros jogadores a hora que quiser.

Phil Harrison também esclareceu que o Xbox One precisa de uma conexão com a internet, mas que ela não será obrigatória o tempo todo.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.