Voxel

Por muito pouco o Xbox One não foi um console sem mídia física

Último Vídeo

Sabe as belas caixas de jogos do Xbox One? Por muito pouco elas não existiram, já que a ideia inicial da Microsoft para seu novo console era fazer um aparelho baseado completamente no formato digital, aposentando de uma vez por todas as mídias físicas.

Em entrevista à revista Official Xbox Magazine, o chefão da Microsoft Studios, Phil Spencer, afirmou que esse conceito imperou na empresa até meados de 2013 e que a utilização dos discos só foi mantida graças ao enorme feedback obtido após a última E3, em junho. Segundo ele, o formato tradicional só continuou a ser usado após os jogadores reclamarem das decisões da companhia e indicarem várias mudanças que eles gostariam de ver no projeto.

Spencer conta que a aposentadoria dos discos seria uma mudança bastante radical dentro da indústria, tanto que isso levantou várias discussões internas sobre a viabilidade da novidade. E, de acordo com o executivo, um dos pontos cruciais que fez a empresa repensar e voltar atrás no conceito foi o tamanho dos jogos da nova geração e a banda necessária para transferi-los, o que poderia se transformar em uma grande dor de cabeça em pouquíssimo tempo.

Desse modo, o chefe da Microsoft Studios considera o uso do Blu-ray como formato padrão do Xbox One a melhor decisão a ser tomada pela companhia, já que isso oferece ao jogador uma forma facilitada de instalar e utilizar todo o conteúdo oferecido.

Contudo, ele não descarta a importância da mudança, já que ele considera o abandono das mídias óticas como uma forma de fortalecer o “ecossistema digital” e que a ideia da Microsoft era repetir aquilo que outras empresas já fizeram, ou seja, pensar e construir em torno do novo formato.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.