Voxel

Xbox One: seus jogos podem ser compartilhados com até 10 “familiares”

Último Vídeo

Fonte: Reprodução/Penny Arcade
Pouco tempo depois de abrir suas asas, Phil Spencer veio falar um pouco sobre o novo sistema de contas familiares, algo do qual quase não foi falado. E com isso, veio uma notícia que deve tranquilizar um pouco o público que vem apedrejando a Microsoft por sua nova política contra jogos usados.

Em entrevista ao Penny Arcade, Spencer explicou que o Xbox One permite que você compartilhe seus jogos com até outras dez pessoas da sua família. Ele deixou claro, no entanto, que essa não precisa ser necessariamente sua família verdadeira.

“Não será necessário enviar certificados de nascimento”, brincou, confirmando que a Microsoft não se importa se aqueles que você considera sua família são seus irmãos, primos, amigos ou vizinhos.

Uso limitado

Com isso, quer dizer que eu e mais nove amigos podemos jogar uma partida de CoD ou Battlefield pelo Xbox com apenas uma cópia do título? Não é bem assim. Durante a entrevista, Spencer disse que não será possível jogar um mesmo game ao mesmo tempo que todos os outros da sua “família”.

Então, quantas pessoas vão poder “dividir” um mesmo game?

A resposta, até o momento, permanece um mistério. Spencer, por exemplo, disse acreditar que duas pessoas podiam jogar uma cópia simultaneamente; já o Ars Technica entrevistou o chefe de estratégia e marketing do Xbox, obtendo a resposta de que o game não podia ser dividido – ou seja, só um jogador por vez.

Há também a página oficial do Xbox explicando o funcionamento do licenciamento dos games. Nela, é dito que “você sempre poderá jogar seus games, e qualquer um de seus membros da família pode estar jogando de sua biblioteca compartilhada a qualquer momento”, o que indicaria que apenas uma pessoa além do dono da cópia poderia jogar simultaneamente. Enquanto nenhuma resposta definitiva é revelada, tudo o que podemos fazer é esperar.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.