Voxel

XMA 2015: falamos com Revolta, capitão do time de League of Legends da INTZ

Último Vídeo

O último domingo (3) marcou o encerramento de mais uma XMA Mega Arena, um dia recheado com finais de três modalidades de eSports e emocionante até quase o fechamento dos portões do pavilhão dedicado à jogatina. O vencedor derradeiro do evento foi a INTZ, que provou mais uma vez sua força e se manteve como o time a ser batido no League of Legends brasileiro em 2015. Para falar um pouco sobre a jornada do grupo, conversamos com o capitão da equipe, Gabriel “Revolta” Henud.

Quem acompanha o cenário de LoL no Brasil sabe que a INTZ começou 2015 a todo vapor e não deu muitas chances para os adversários do Circuito Brasileiro (CBLOL). Com o título da temporada inicial do torneio por aqui, o time recebe o convite de tentar uma vaga no mundial do game por meio do International Wildcard, que rolou no mês passado a Turquia. Lá, eles enfrentaram oponentes de todo o mundo e acabaram saindo com a prata.

No bate-papo com Revolta, ele falou justamente sobre como sua entrada no time mudou os rumos da INTZ, explicou quais foram as dificuldades na hora de viajar para fora apenas alguns dias depois da final do CBLOL, a pressão sentida nesses jogos no exterior e o que toda a equipe tirou dessa experiência. Para saber sobre esses assuntos e quais os planos da INTZ para o futuro, confira nossa entrevista com o atleta mais acima, no início da matéria.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.