Youtubers são processados por promoverem apostas ilegais em Counter-Strike

Youtubers são processados por promoverem apostas ilegais em Counter-Strike

Último Vídeo

Se você está de olho nas notícias referentes a Counter-Strike, deve ter visto que tem aumentado o número de relatos que associam o game a apostas ilegais. Recentemente, publicamos aqui no TecMundo Games a informação de que dois youtubers estavam envolvidos em um esquema do gênero (a saber, Trevor “TmarTn” Martin e Tom “ProSyndicate” Cassell), e agora vem a notícia de que eles foram processados por conta disso.

A ação está registrada no estado da Flórida, nos Estados Unidos, e foi feita por um pai (que não quis ter sua identidade revelada) na tentativa de proteger seu filho. No documento, a Valve é acusada de permitir a criação de um mercado no qual os jogadores podem usar suas skins para armas da mesma forma como fichas em cassinos. O relato também traz os nomes de três sites que permitem que os usuários associem suas contas do Steam a eles para participar das apostas: CSGO Diamonds, CSGO Lounge e CSGO Lotto – este de responsabilidade dos youtubers citados.

Procurado pela equipe do site Polygon, o advogado que representa o CSGO Lotto mencionou que “há processos pendentes”, por isso não faria “nenhum comentário público referente ao assunto”. Além disso, o profissional ressaltou que seus comentários vão aparecer em documentos legais do processo no tempo apropriado.

Pedido de desculpas

Antes que a informação desse processo surgisse na rede, TmartTN publicou um vídeo no YouTube pedindo desculpas por não haver mencionado o seu envolvimento com o site de apostas. Confira abaixo (em inglês):

“Vou tentar fazer isso da forma mais breve e tranquila possível. Minha conexão com o CSGO Lotto tem sido algo de interesse público desde que a companhia foi fundada, em dezembro de 2015. Entretanto, acho que devo desculpas a vocês. Sinto muito por cada um e todos aqueles que acharam que eu não estava sendo claro o bastante”, comentou o youtuber.

“Eu realmente espero que vocês me ofereçam a oportunidade de reconquistar suas confianças. Tenham ciência de que estou comprometido em fazer com que o meu canal no YouTube, bem como todos os meus outros negócios, estejam de acordo com a lei”, continuou TmartTN.

Valve entrou na dança

Além dos youtubers, é válido lembrar que a Valve também foi processada por um jogador que mora nos Estados Unidos e acusa a produtora de permitir um mercado de apostas ilegais em Counter-Strike: Global Offensive.

Na acusação, há a menção de que a empresa tem ciência dos ocorridos, além de “criar, sustentar e facilitar” um mercado no qual todos, inclusive menores, podem apostar

Na acusação, há a menção de que a empresa tem ciência dos ocorridos, além de “criar, sustentar e facilitar” um mercado no qual todos, inclusive menores, podem apostar – afinal, nas palavras de Michael John McLeod, que decidiu mover a ação contra a Valve, não há uma verificação de idade dos usuários em sites de apostas.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.