A prova de que a Nintendo ainda está no topo!

Muita gente estava descrente de que a Nintendo ainda tinha potencial, mas a Big N já havia cantado a bola de que um único jogo poderia salvar seu console. Pois é, parece que estamos diante de um título — dos tantos de Wii U que vem aí — que é capaz de salvar o console.  

O tão aguardado Mario Kart 8 chegou para fazer história, sendo o jogo que todos sempre quisemos experimentar. Não se trata apenas de uma simples adaptação da fórmula para a nova geração. Temos aqui um jogo que reúne todo o empenho que a Nintendo teve em desenvolver diversas pistas, personagens e mecânicas durante longos anos.

Mario Kart 8 chega com novidades em sua mecânica — como o sistema antigravidade —, novos modos de jogatina (o que inclui o online com dois jogadores locais) e muitos personagens.

Seu personagem favorito está aqui

Ao longo desses mais de 20 anos de Mario Kart, a Nintendo criou uma enormidade de personagens, pistas, itens, músicas e ideias que garantiram o sucesso do game de corrida mais famoso dos consoles que todos adoramos e aproveitamos.

Em Mario Kart 8, a empresa retoma toda suas boas criações, refaz tudo com gráficos lindos e nos presenteia com um jogo completo. Ao ligar o game pela primeira vez, você tem acesso a um elenco de 16 personagens: Mario, Luigi, Peach, Daisy, Yoshi, Toad, Koopa Troopa, Shy Guy, Baby Mario, Baby Luigi, Baby Peach, Baby Daisy, Bowser, Donkey Kong, Wario e Waluigi.

Nintendo

Conforme você vai progredindo — é preciso terminar os campeonatos entre os três primeiros colocados para liberar novos personagens —, é possível desbloquear mais 14 personagens, o que totaliza 30 opções de corredores.

O jogo tem toda a turma do Bowser, incluindo os chefes de castelo que você já enfrentou em New Super Mario Bros. U. Há ainda versões especiais de alguns personagens (como o Metal Mario) e alguns bonecos inusitados, como o Lakitu e a Toadette.

Sinceramente, gostaríamos de ter visto o Diddy Kong, algum Pikmin ou quem sabe um Pokémon (o Pikachu seria genial nas corridas) no elenco. A falta desses rostinhos não é um problema, mas com certeza ter esses amigos para correr deixaria o jogo ainda mais sensacional. Quem sabe em um DLC...

A variedade na personalização dos automóveis é um ponto forte. O jogo tem muitas opções (sendo que novos itens são desbloqueados a cada 50 moedas coletadas). Há karts, carros turbinados, motos, triciclos, veículos em forma de ursinho e muito mais. Também existem diferentes tipos de pneus e de itens para voar (paraquedas e outras surpresas).

Apostando na nostalgia sem deixar as novidades de lado

Assim como em games anteriores da série, você só desbloqueia novos campeonatos ao finalizar os mais básicos. São oito competições, cada qual com quatro cenários, o que significa que você tem 32 fases para se divertir um bocado tanto nas partidas single player quanto nas jogatinas de galera.

Para garantir novidades, a Nintendo projetou 16 cenários inéditos, recheados de elementos que vão fazê-lo amar cada segundo da corrida. Dá para perder muitas rodadas apenas apreciando os belos ambientes e encontrando os atalhos de cada nível.

O destaque em muitos cenários é o sistema antigravidade. Agora, você pode correr pelas paredes e até de cabeça para baixo, sem perder o gás e sem ficar desorientado. A transição da pista para esses outros locais é natural, sendo que há itens e moedas em todos os lugares.

Pensando no pessoal que acompanha a série desde os tempos do Super Nintendo, a Big N redesenhou algumas pistas clássicas para deixar o jogo ainda mais diversificado. Você poderá correr por cenários do DS, do Wii, do Game Cube, do Nintendo 64 e também do Super Nintendo.

É claro que a parte musical não foi deixada de lado. Nos novos níveis, sons inéditos e muito agradáveis deixam os jogadores empolgados. Nas pistas antigas, a Nintendo retrabalhou as músicas que todos amamos no passado, conseguindo passar aquela sensação de nostalgia.

É por isso que amamos Mario Kart

Mario Kart nunca foi uma série feita para competir com outros jogos de corrida, visto que o foco é a diversão e não o realismo. Uma das características que sempre fez os games serem empolgantes é o sistema de itens aleatórios, o qual coloca a sorte em jogo e deixa a corrida muito competitiva.

Estar em primeiro lugar não é sinônimo de vitória, assim como o último colocado pode acabar chegando entre os primeiros. Depois do casco azul, a Nintendo resolveu adicionar um item especial que vem para ajudar quem não é muito habilidoso no volante.

O novo item é representado pela logo do jogo (o oito) e é a junção de muitas vantagens: banana, moeda, casco vermelho, casco verde, bob-omb, cogumelo, tinta e estrela. É o tipo do recurso que, se bem usado, pode garantir uma boa recuperação ao jogador.

Além dessa novidade, ainda temos a Super Horn (uma corneta que dá dano a todos os inimigos que estão em um determinado raio), a Piranha Plant (uma flor que come tudo que vê pelo caminho) e o Bumerangue Flower (que pode ser jogado três vezes, portanto é uma boa opção para atrapalhar a corrida de três adversários).

A dificuldade de Mario Kart 8 foi balanceada na medida certa. O bom e velho sistema de cilindradas continua, sendo que o nível de 150 cc pode ser bem complicado, mas, depois de um tempo treinando os drifts e usando os atalhos, dá pra ganhar sem muitos problemas.

Os adversários controlados pelo computador estão bem inteligentes, então não vai ser tão simples enganá-los com os mesmo truques. Eles vão empurrá-lo toda hora, aproveitar o vácuo do seu veículo e fazer de tudo para fazer você perder.

A jogabilidade de Mario Kart 8 está muito caprichada. Os comandos são responsivos e o sistema de controle é fácil de entender. O tablet do Wii U foi muito bem aproveitado, sendo que você pode usá-lo como gamepad, tela ou como um local para obter informações adicionais das partidas (dá pra ver o mapa, a colocação de cada jogador e usar a buzina).

Uma característica importante é a compatibilidade com quase todos os tipos de controle. Você pode jogar com o Wii U Gamepad, com o Wiimote, com o Pro Controller e até mesmo com o Classic Controller. Dá para configurar diferentes esquemas (seja com sensores de movimento ou botões) e aproveitar o jogo da forma que você achar melhor.

Um jogo para curtir em galera

Agora, vamos falar do que interessa: multiplayer. Como de praxe, você pode jogar com mais três amigos no modo multijogador local. A jogatina a dois é perfeita, sendo que o desempenho fica muito bom. Quando colocamos três ou quatro corredores, o Wii U pede um pouco de água, mas as pequenas quedas de frames não são tão incomodas e muita gente nem vai notar.

A brincadeira em galera fica muito boa para o modo versus. Dá para jogar em times (com até 6 corredores para cada lado), com diferentes tipos de regras e em todas as pistas. É possível criar um desafio com até 32 rounds, o que é simplesmente insano!

O modo batalha — aquele de estourar balõezinhos — sofreu grandes modificações, mas com certeza as novas ideias vieram para melhorar o game. Agora, a guerra não acontece mais em cenários quadrados, mas as mesmas pistas que você brinca durante os campeonatos são reutilizadas.

Essa ideia é boa, pois dá para ir e voltar pelos mesmos caminhos, armar emboscadas e fugir com mais tranquilidade. É possível fazer partidas de até 5 minutos e com uma enormidade de rounds. É interessante que os jogadores que perdem seus balões não precisam largar o controle, pois ainda dá para coletar itens e atrapalhar os inimigos.

Para quem gosta de jogar online, o sistema de Mario Kart 8 deve ser bem simples e funcional. O game conecta automaticamente o jogador com os adversários e em poucos segundos — depois de escolher o modo de corrida e o seu personagem — é possível estar voando pelas pistas do game.

O grande destaque do jogo, entretanto, é a possibilidade de duas pessoas jogarem localmente e desafiar outros dez jogadores online. Agora, seu amigo não precisa mais ficar olhando e aguardando a vez. Também dá para jogar com seus contatos da Nintendo Network. Sinceramente, esta foi uma sacada muito boa.

O melhor Mario Kart de todos os tempos!

Bom, agora que você já sabe que Mario Kart 8 é muito divertido, vamos falar da parte técnica. Para começo de conversa, ao contrário do que muitas notícias relatavam, o game não roda na resolução Full HD. Isso é um problema? De forma alguma!

Ainda que rode em 720p — a sua televisão vai mostrar que o game está rodando em 1080p, mas é por conta do upscaling —, o jogo tem visuais fantásticos e vai deixar todo mundo impressionado. A Nintendo conseguiu aproveitar todo o poder do console para reproduzir personagens e cenários belíssimos.

As roupas, os cabelos e todos os detalhes da turminha do jogo foram desenhados cuidadosamente. Se você reparar no Donkey Kong, por exemplo, é possível ver todos os pelos do bichano. Mesmo durante as partidas, os visuais continuam estonteantes, algo notável quando usamos a câmera frontal.

Os ambientes também foram muito bem trabalhados, sendo que o Wii U mostra sua capacidade em reproduzir texturas de alta qualidade sem dificuldade. Além disso, o aparelho da Nintendo é capaz de trabalhar com uma enormidade de elementos na tela. É notável o capricho no asfalto e nas poças da água que exibem reflexos do céu.

O mais importante, contudo, é que o aparelho da Nintendo consegue rodar tudo com bom desempenho e garantir que o jogador tenha uma experiência agradável aliada às infinitas formas de diversão apresentadas.

Quer mais? Então fique sabendo que o console grava os melhores momentos de cada partida, criando replays e possibilitando que o jogador faça vídeos personalizados para compartilhar com os amigos.

O recurso Mario Kart TV, disponível no menu principal, serve para você fazer as edições e compartilhar seus clipes. Dá para brincar com efeitos de câmera lenta e reprisar suas manobras quantas vezes quiser. Não se trata de uma transmissão online em tempo real, mas é uma boa novidade para quem gosta de mostrar as proezas para os amigos.

No fim das contas, Mario Kart 8 prova que a Nintendo está na nova geração, sendo um game que faz muitos jogos de PS4 e Xbox One comerem poeira. O melhor jogo de Kart está aqui!

Vale a pena?

Mario Kart 8 não é um título perfeito, até porque esse tipo de coisa não existe. Todavia, dentro das limitações do console e das possibilidades, podemos ter a certeza de que a Nintendo deu seu melhor e criou um jogo impressionante.

Podemos dizer que Mario Kart 8 não apenas é um dos melhores jogos de corrida de todos os tempos como também é o melhor Mario Kart e um dos títulos mais geniais do Wii U. A Nintendo pensou nos mínimos detalhes e é por isso que ele merece 100.

Um parêntese

Nossa, BJ, mas merece 100? Esse “joguinho de criança” é melhor que Watch Dogs?

Para você que estava pensando em comentar coisas desse tipo, quero dizer que: sim, o jogo merece 100. Acredito que justifiquei todos os pormenores que levaram a essa nota, então, se você quer discordar, argumente (se você realmente jogou) e saiba que nem todo mundo tem o mesmo olhar e opinião.

E sim, esse "joguinho de criança" é melhor que Watch Dogs (ainda que não faça o mínimo sentido compará-los).

Voltando ao que importa...

Toda aquela magia do Mario Kart no Super Nintendo é resgatada com gráficos incríveis. Dá pra passar um tempão jogando sozinho para liberar os personagens e as opções de customização sem enjoar. A nostalgia nas pistas de vários jogos que a gente experimentou anteriormente é impagável.

O novo game de carrinho do nosso amigo bigodudo une todas as boas ideias que a Nintendo já utilizou previamente e ainda traz algumas novidades que deixam a jogatina impecável. É diversão garantida para toda a galera.

Vale lembrar que quem comprar o Mario Kart 8 até o fim do mês de julho pode conseguir um game gratuito (New Super Mario Bros. U, Pikmin 3The Legend of Zelda: The Windwaker HD ou Wii Party U).

Fica a dica final: quem tem um Wii U não pode perder esse jogo. E quem não tem o Wii U deve pensar seriamente em comprar um o quanto antes.

100 wiiu
Supremo
"Mario Kart 8 é o game de corrida com o qual sempre sonhamos. Com visuais excelentes e muitas novidades, o jogo é um dos melhores do Wii U!"

Pontos Positivos

  • Gráficos fantásticos!
  • Trilha sonora impecável
  • Multiplayer para 4 jogadores
  • Compatível com vários tipos de controle
  • Diversas utilidades para o tablet do Wii U
  • Personalização diversificada
  • 2 players locais em modo online
  • Muitos personagens e cenários

Pontos Negativos

  • Erros de conexão com a Nintendo Network