Explosões frenéticas com muito estilo... E de salto alto!

Videoanálise

Os cientistas que criaram o Splosion Man original conseguiram, enfim, capturá-lo. Na festa de comemoração do feito, um dos homens da ciência acidentalmente derrubou uma garrafa de champanhe sobre os circuitos das máquinas do laboratório e, por uma ironia do acaso, nasceu uma nova criatura de rápida combustão. Só que dessa vez, com batom nos lábios, salto alto e que “fala pelos cotovelos”.

Ms. 'Splosion Man é o segundo jogo da série Splosion Man, desenvolvido pela surpreendente Twisted Pixel (a mesma do cativante The Maw) e publicado pela Microsoft na Xbox LIVE Arcade.  O objetivo central da campanha solo é fugir do laboratório, enfrentando as armadilhas do laboratório, usando a capacidade de explodir para alcançar níveis mais altos e se defender de maldosos inimigos.

Ms. 'Splosion Man  vale muito a pena. A relação custo-benefício é ótima e não só pelo tamanho do game, também pela diversão que o ritmo frenético imposto pela personagem explosiva durante todo o tempo de jogabilidade. As partes mais “lentas” do game ficam até mais difíceis, já que as explosões estimulam tudo a ficar muito rápido.

O modo multiplayer coroa essa bela obra da Twisted Pixel, aumentando as possibilidades de interação e a duração da experiência. Não deixa dúvidas de que esta é uma excelente escolha de compra para quem busca um jogo simples, prático e muito divertido.

Exploda tudo

Qualquer que seja o botão que o jogador pressione, o comando correspondente é o mesmo: explodir. Logo que o jogo começa, a personagem desce uma pequena plataforma e encontra dois cientistas, que inevitavelmente vão ser trucidados em uma explosão. Nos primeiros segundos de jogabilidade já se entende porque essa vai ser uma das partes mais divertidas do contexto.

Dependendo do ângulo ou da distância que se estiver do “alvo”, há um estilo de morte diferente. Os inimigos podem explodir virando pedaços de carne (como os que vemos nos açougues), transformarem-se em ossos antes de virar pó ou mesmo voar em direção à tela, batendo no monitor e escorrendo para a pós-vida.

Img_normal

Referências mil

Não tem como não notar que a personagem explosiva fala 101% do tempo, fazendo referência a Spice Girls, rappers dos anos oitenta e outras mais contemporâneas. Ela literalmente não para um segundo, mesmo quando você para de mexer nos controladores. É verdade que gamers mais novos vão perder a maior parte das referências, porém ainda assim vão se divertir com o frenesi em que a Ms. 'Splosion vive.

Img_normal

Tentativa e erro

Ms. 'Splosion Man é um game de tentativa e erro. Os jogadores vão morrer inúmeras vezes. Mas cada morte é uma espécie de aprendizado, porque é praticamente impossível conseguir vencer os puzzles da primeira vez. Primeiro deve-se procurar os mecanismos que permitem a continuação do game, depois descobrir como resolvê-los.

Caso o obstáculo esteja complicado demais, o game oferece uma opção que permite seguir adiante sem ter que completá-lo. Porém, esse artifício é para ser usado em último caso, uma vez que a emoção do jogo diminui muito se ficar pulando as partes difíceis.

Multiplayer e competição “solo”

As fases do modo multiplayer são totalmente distintas das do modo de apenas um jogador. No modo cooperativo é realmente necessária a parceria entre a equipe para alcançar plataformas mais altas ou ativar alavancas e passagens para que todos os jogadores (até quatro) possam continuar seguindo em frente.

O fato da diferença entre mundos nos dois modos torna o tamanho desse game enorme. Depois de terminar sozinho todas as fases, bem como as em grupo, ainda é possível jogar novamente cada fase competindo contra a “sombra” do seu desempenho anterior. Se não bastar competir contra você mesmo, é possível fazer download da performance de outros jogadores e competir contra a sombra deles..

Img_normal

Espirituoso

Ms. 'Splosion Man é um jogo realmente muito divertido. Não por fazer piadas, mas pelo contexto em geral. Os mundos são escolhidos em um mapa semelhante ao de Super Mario World. Pelos idos da quinta parte do primeiro mundo, o jogador pode acessar o shopping de compras e desbloquear conteúdo extra do game. Dentre eles uma série de vídeos musicais muito divertidos, além de arte conceitual e os créditos do game.

Cadê?

O grande número de explosões simultâneas na tela, às vezes poluem demais a visão a ponto de você facilmente perder de vista a Ms. Splosion Man. Resultado: mais uma morte.

Img_normal

Dificuldade

As primeiras fases desse game são um bom tutorial para os jogadores se adaptarem aos comandos e às possibilidades de acesso e passagens que vão ser utilizados obrigatoriamente no decorrer do enredo. Quem jogou o Splosion Man já se sente “em casa” muito rapidamente.

Porém, logo que o jogo avança um pouco, a dificuldade vai se incrementando e fica cada vez complexo passar para outra fase. A quantidade de vezes que os gamers vão morrer é inevitavelmente enorme. Por vezes, algumas partes ficam até irritantes, como as passagens nas quais se tem que pular sobre plataformas em movimento que explodem ou para dentro de canhões à Donkey Kong.

90 xbox-360
Excelente